Manutenção Preventiva | Arte Dente - Excelência em Tratamentos Estéticos Odontológicos

Manutenção Preventiva

Manutenção Preventiva

O que é?

É a limpeza dentária feita por um cirurgião dentista. Ela se difere da limpeza diária porque é feita com materiais e produtos específicos, encontrados apenas nos consultórios odontológicos.

Além disso, o profissional higieniza individualmente cada dente com um tipo de escova elétrica e com o uso de uma pasta especial, e a parte mais interna e profunda da gengiva, para remover completamente todas as sujeiras, o que a torna mais completa, detalhada e refinada, por isso, tão procurada por quem quer manter a boca saudável e limpa.

Para evitar que casos como esse estraguem seu sorriso, é importante realizar a manutenção preventiva pelo menos duas vezes ao ano.

 

Objetivo

O objetivo da manutenção preventiva é prevenção de cáries, gengivite, evitar riscos de doenças periodontais e bucais e manter a boca saudável.

 

O que é a placa?

A placa é uma película que se forma constantemente em todas as áreas dos dentes. É composta por bactérias, subprodutos bacterianos e pela sua saliva. Os ácidos produzidos pelas bactérias da placa atacam o esmalte dos dentes.

 

O que é o tártaro?

Os minerais da saliva combinam-se com a placa na superfície dos dentes e solidificam formando um depósito irregular e desagradável chamado tártaro. O tártaro, que é principalmente mineral, cria uma superfície sólida que torna a remoção da placa mais difícil. A sua escova de dentes e fio dental não conseguem remover o tártaro depois dele se ter formado. O tártaro só pode ser removido durante a profilaxia dentária regular.

 

Como é feita?

Os procedimentos mais comuns feitos  são:

- Tartarectomia

É a primeira etapa da manutenção preventiva. Uma vez que não é possível remover tártaro apenas com escova e fio dental, o profissional usará um aparelho chamado ultrassom ou instrumentais curetas para fazer a raspagem e remoção destes tártaros. Ela é capaz de remover a placa bacteriana em locais quase inacessíveis ao fio dental. Retirando a sujeira acumulada, reduz-se drasticamente o desenvolvimento de inflamações na gengiva e raíz dos dentes (gengivite e periodontite). Para realizá-la, o dentista pode passar nas gengivas uma espécie de anestesia em pasta, que adormece a região e reduz a quase zero o desconforto dessa fase.

- Jateamento

A aplicação de bicarbonato é a segunda etapa da manutenção preventiva. O processo envolve lavagem com água pressurizada, bicarbonato de sódio e jateamento. Tem como função reforçar a remoção de placa bacteriana e tártaro, a prevenção de inflamações nas gengivas e também de polimento e proteção do dente.

- Escovação completa

Caso o profissional ainda ache necessário, uma escovação completa será feita com uma escova parecida com escovas elétricas, só que profissionais, mais a utilização de uma pasta dental também encontrada apenas em consultórios odontológicos e uso de fio dental.

O dentista também investe na instrução personalizada de como o paciente deve escovar seus dentes removendo hábitos nocivos e corrigindo posições e forças erradas da escova sobre os dentes. Essa é uma maneira eficiente de deixar a boca completamente limpa para a aplicação do flúor.

- Flúor

A aplicação do flúor é a última parte da limpeza profissional. Tem como função manter o frescor da boca e devolver minerais, além de fortificar os dentes. Ele garante que seus dentes fiquem protegidos por um tempo prolongado ao sair do consultório.

 

Com que frequência deve ser feita?

A frequência varia dependendo de cada caso. O mais comum é que seja feita de seis em seis meses. Em casos que o dentista perceba um maior acúmulo de placa bacteriana e tártaro, poderá ser indicada uma frequência maior: de três em três meses, por exemplo. E em casos opostos, a profilaxia poderá ser feita uma vez por ano apenas

 

Por que fazer a manutenção preventiva?

Prevenir é sempre melhor que remediar. Nesse caso, é inclusive mais barato. A manutenção preventiva é um dos procedimentos de menor custo da odontologia, ainda mais se comparada a tratamentos restauradores. Uma pessoa sem nenhum tipo de problema odontológico, que realiza a higiene diária adequada e faz a limpeza no consultório duas vezes por ano, tem sua chance de desenvolver uma cárie reduzida a quase zero.

 

Quais benefícios?

Removendo periodicamente a placa, você não deixa que os ácidos provenientes das bactérias desmineralizem seu dente, causando assim, cárie, mau hálito, entre outros problemas agravantes.

Se você ainda não está amplamente convencido sobre os benefícios da manutenção preventiva, então chegou ao ponto mais aguardado desta postagem. Conheça alguns deles abaixo e veja porque você deve adotar isso agora mesmo.

- Mantém os dentes livre de manchas

- Protege de tártaros e placas bacterianas

- Identificação precoce de cáries

- Evita doenças gengivais

- Combate o mau hálito

- Evita tratamentos de canal

- Ajuda na manutenção da higiene caseira

 

Quais cuidados tomar após a manutenção preventiva?

Após a limpeza, é aconselhável aguardar uma hora antes de beber água ou se alimentar novamente, pois assim o flúor continua agindo por mais tempo na tarefa de fortalecer os dentes.

O procedimento realizado por um profissional é indicado tanto para pessoas com dentes naturais quanto para pessoas que utilizam próteses dentárias ou implantes.

A frequência e os métodos a serem utilizados devem ser definidos pelo dentista, mas, independentemente desse intervalo, procure o seu dentista caso perceba alguma anormalidade. Assim, é possível manter os dentes bonitos e saudáveis por um longo período de tempo.

Além disso, é importante ter em mente que a manutenção preventiva não substitui a limpeza diária feita em casa. Então, após fazer a limpeza no consultório, uma escovação adequada e a utilização do fio dental, em casa, prolongam os resultados.

 

Quanto tempo demora a limpeza de dentes?

A limpeza demora cerca de trinta a sessenta minutos. O tempo da duração depende da quantidade de tártaro acumulado e placa bacteriana a remover.

 

Como se faz?

Com o auxilio de instrumentos apropriados, pontas ultrassónicas e curetas manuais remove-se o tártaro existente nos dentes. Em alguns casos utiliza-se o jacto de bicarbonato para remover manchas mais difíceis.

 

A limpeza de dentes é dolorosa?

Não sente nenhuma dor, mas se tiver muita sensibilidade em relação à ponta ultrassónica é possível anestesiar ligeiramente as zonas a intervir ou as mais afetadas com anestesia tópica e local.

 

Quando se deve fazer?

O ideal é que as limpezas dentárias fossem feitas com alguma regularidade para prevenir as cáries, ou seja, como forma de prevenção das doenças orais. São aconselhadas antes de um branqueamento dentário para ajudar a remover manchas de café, chá e tabaco, ou antes, de tratamentos estéticos tais como restaurações e facetas cerâmicas.

 

Quais os benefícios da manutenção preventiva?

Os dentes ficam com melhor aparência, mais brancos, limpos e brilhantes. A limpeza dos dentes previne problemas dentários tais como as cáries, a gengivite, a periodontite e muitos outros.

 

Agende uma consulta