Ortodontia | Arte Dente - Excelência em Tratamentos Estéticos Odontológicos

Ortodontia

Ortodontia

O que é Ortodontia?

Ortodontia é uma especialidade que se ocupa da parte estrutural e estética da arca dentária, com a utilização de aparelhos dentários fixos ou móveis, para realizar a movimentação dos dentes, visando seu correto posicionamento na arcada dentária, corrigindo a posição dos dentes e dos ossos maxilares. Dentes tortos ou dentes que não se encaixam corretamente são difíceis de serem mantidos limpos, podendo ser perdidos precocemente, devido à deterioração e à doença periodontal. Também causam um estresse adicional aos músculos de mastigação que pode levar a dores de cabeça, síndrome da ATM e dores na região do pescoço, dos ombros e das costas. Os dentes tortos ou mal posicionados também prejudicam a sua aparência. O tratamento ortodôntico torna a boca mais saudável, proporciona uma aparência mais agradável e dentes com possibilidade de durar a vida toda.

 

Objetivo

O objetivo é devolver um sorriso estético e funcional no menor tempo possível independente da técnica empregada ou aparelhos utilizados, sejam eles metálicos, estéticos, invisíveis ou autoligados.

 

Como identificar a necessidade de um tratamento ortodôntico

Apenas um ortodontista poderá avaliar a real necessidade de realização de um tratamento ortodôntico. Para isso, é necessária uma avaliação clínica para detectar problemas e desordens bucais que possam ser solucionadas através da ortodontia. Para essa verificação pode ser necessária a utilização de radiografias especiais para analisar a parte estrutural óssea e mandibular, indicando o tratamento ortodôntico adequado.

 

Por que realizar o tratamento?

Os tratamentos ortodônticos solucionam problemas como apinhamento, desnivelamento, diastema, mordida cruzada, dentre outros que podem ser identificados pelo ortodontista. Não existe idade máxima para a realização de tratamento ortodôntico, embora no paciente adulto alguns cuidados especiais devam ser tomados, principalmente em relação aos tecidos de suporte dos dentes, que podem chegar a contraindicar o tratamento (problemas periodontais).

 

Como será feito o tratamento?

O tratamento ortodôntico, no início, causa certa sensibilidade, principalmente na fase de colocação do aparelho. Posteriormente, é possível existir certo desconforto cerca de 24 a 48 horas após os ajustes praticados pelo ortodontista. O paciente deve seguir todas as instruções dadas, principalmente quanto ao aspecto de higiene bucal, pois os detritos podem causar problemas gengivais, periodontais, manchas brancas ou mesmo cáries dentárias. 
Além disso, podem ocorrer pequenas acomodações pós-tratamento, ligadas ao crescimento e às alterações funcionais. Essa tendência é normalmente controlada e minimizada através de um bom planejamento ortodôntico e por profissionais qualificados.

Fatores que podem ser determinantes no seu diagnóstico:

- Dentes desalinhados: também conhecidos como dentes apinhados, ocorrem pela falta de espaço na arcada dentária para acomodar todos os dentes.

- Dentes separados: chamados de diastemas, são as falhas ou espaços existentes entre os dentes, que acabam por não preencher todo o espaço da boca.

- Mordida cruzada: podendo ser inferior ou superior, a mordida cruzada se caracteriza por dentes superiores se projetando à frente dos inferiores ou vice-versa.
 

Tipos de ortodontia:

- Ortodontia preventiva:

Visa preservar a integridade da saúde bucal, reconhecendo de forma precoce lesões na arcada dentária oriundas da cárie. Ela também atua em casos de maloclusão, ou seja, quando os dentes não se encaixam uns aos outros e estão mal posicionados na boca de tal modo que a estética facial é prejudicada. Muitas pessoas deixam para tratar seus problemas bucais apenas quando eles se agravam. A ortodontia preventiva é perfeita para exemplificar a importância de ir ao dentista periodicamente e checar sua saúde, assim evita-se algumas situações desconfortáveis, como a utilização de aparelhos que não sejam compatíveis com o seu estilo de vida.

 

- Ortodontia interceptiva:

Visa barrar uma situação anormal que já existe, normalmente relacionada a má posição dentofacial ainda na infância. O objetivo da ortodontia interceptiva é alcançar uma melhoria da higiene bucal, pois dentes alinhados consequentemente são mais fáceis de higienizar e assim aumenta a eficiência mastigatória e previne danos na articulação.

 

- Ortodontia corretiva: 

É o procedimento clínico que permite a correção e o posicionamento dos dentes para aprimorar a saúde bucal com o uso de aparelhos ortodônticos fixos e/ou removíveis, geralmente no final da dentição mista e início da dentição permanente.

 

Tratamentos ortodônticos e suas diferenças:

Na ortodontia existem diferentes tipos de aparelhos, cada um recomendado para solucionar um tipo de problema específico.

 

- Aparelhos fixos 

 Esse é o tipo de aparelho mais utilizado, composto por bandas, fios e braquetes e é ideal para tratamentos a médio e a longo prazo, para corrigir o posicionamento dos dentes.

 

- Aparelho móvel

O aparelho móvel é indicado principalmente para tratamentos ortodônticos em crianças que ainda possuem dentes de leite, porém, também é utilizado para promover o nivelamento dos dentes, o reposicionamento mandibular, a expansão do palatino, dentre outros problemas que podem ser solucionados pela ortopedia funcional. Esse tipo de aparelho pode ser removido no momento das refeições e para ser higienizado.

 

- Alinhadores estéticos

São placas transparentes feitas de diversos materiais plásticos. Elas são praticamente invisíveis, facilmente removíveis e o tratamento é extremamente preciso. Além disso, o paciente não sofre os desconfortos causados pelos fios e bráquetes metálicos, pois o aparelho não causa atrito com a língua, gengivas e interior da boca, o que evita o aparecimento de lesões. Além disso, ele é também o que apresenta resultados mais eficazes, já que a adesão ao tratamento se torna maior, graças às suas características.

 

Vantagens dos alinhadores estéticos

–       Ser esteticamente mais favorável

–       Ser removível e não ter braquetes colado aos dentes.

–       Menos injúrias aos tecidos moles e conforto durante o tratamento.

–       Possibilidade de Clareamento durante o tratamento

–       Maior percepção do andamento do tratamento.

–       Menor possibilidade de ter cáries e Doença Periodontal (Maior Facilidade de limpeza dos dentes)

–       Menor risco de perdas ou fraturas de restaurações ou próteses de Porcelana e riscos em estrutura dental.

–       Menos movimentos indesejados

 

Vantagens do tratamento ortodôntico

A realização de um tratamento ortodôntico garante a saúde bucal, evitando uma série de problemas relacionados à mandíbula, estruturas e articulações, além de promover o melhoramento na estética. Os dentes se tornam simétricos resultando em um sorriso que irá atrair atenções e elogios, elevando a autoestima.

Agende uma consulta